Cat-1

Cat-2

Cat-3

Cat-4

» » MPPE convida estudantes, professores, pais e gestores das escolas públicas e privadas para colaborar na construção do diagnóstico da educação em tempos de pandemia. Participe!



Queremos ouvir vocês. Compartilhe a sua percepção sobre a qualidade da educação, oferta e acesso. De forma colaborativa com a sociedade, o Ministério Público de Pernambuco (MPPE) vai construir um diagnóstico mais aprimorado, com a reunião dos dados oficiais das Gerências Regionais e Secretaria do Estado e as Municipais de Educação e das informações oriundas da percepção dos principais destinatários, responsáveis e interessados: vocêsAcesse aqui e auxilie o MPPE a dirigir a ação de forma mais eficaz para um resultado coletivo social, significativo para todos.

Para participar, basta acessar o link (http://appmpnaescola.mplabs.com.br/login) na plataforma MP na Escola e se cadastrar dentro de um dos oito perfis: (1) aluno de escola pública; (2) professor de escola pública; (3) pai, mãe ou responsável de aluno de escola pública; (4) gestor de escola pública; (5) aluno de escola particular; (6) professor de escola particular; (7) pai, mãe ou responsável de aluno de escola particular; e (8) gestor de escola particular. As perguntas são direcionadas a cada público da comunidade escolar, conforme os perfis descritos.

“A meta é que até final de julho se tenha uma boa participação social no preenchimento desses formulários da plataforma MP na Escola”, espera o coordenador do Centro de Apoio Operacional às Promotorias de Justiça de Defesa ao Direito Humano à Educação (Caop Educação), promotor de Justiça Sérgio Souto. O coordenador explicou ainda que a iniciativa do MPPE segue as diretrizes do Conselho Nacional de Educação, por meio do Parecer nº005/2020, que estabelece entre as quais, a necessidade de se fazer o diagnóstico avaliativo das atividades não presenciais com a colaboração dos principais atores.

Para alcançar a colaboração da sociedade e da comunidade escolar, em tempos de pandemia e isolamento social, a solução do MPPE foi usar a comunicação em rede, com recurso de tecnologia. Os formulários com o recorte para aferir as atividades não presenciais disponibilizados pelo MPPE foram uma das soluções apresentadas pela empresa Mídias Educativas, que está responsável pelo desenvolvimento da plataforma MP na Escola. “A plataforma completa apresenta esses dados dos formulários, que já está alimentada com dados do IDEB, IDH, Censo Escolar entre outros, que possibilita cruzar e comparar informações. É uma ferramenta de peso para um promotor ou promotora de Justiça”, explicou a CEO da Mídias Educativas, Laís Xavier.

O MP na Escola faz parte do Plano de Atuação Funcional do MPPE. O Plano, chamado de Escola em Dia, é uma iniciativa institucional de sugestão para a atuação funcional de acompanhamento da política pública de educação no Estado em dois eixos: atividades escolares não presenciais e reorganização do calendário escolar na rede pública e privada de ensino.

O Plano de Atuação Funcional está dividido em três etapas. A primeira consiste na requisição de informações com o diagnóstico local junto às Gerências Regionais de Educação (GRE) e as secretarias municipais de Educação, bem como a reunião das percepções compartilhadas pelos estudantes, pais, professores e gestores de escolas públicas e privadas. A segunda etapa será com o retorno das atividades presenciais. A terceira etapa, por fim, após o término do ano letivo, sugere-se aos promotores a realização de diligências complementares e a requisição do diagnóstico final, incluindo a medição da carga horária que foi cumprida pelas instituições de ensino e a qualidade do serviço prestado, para ter um diagnóstico completo das três etapas.

“Esse diagnóstico final vai contribuir com o MPPE, gestores escolares e secretários da área de educação a reorganizar e redimensionar as atividades, de forma que se possa em conjunto enfrentar o desafio deste ano eletivo de 2020, sem perder de vista a qualidade educacional”, destacou o coordenador do Caop Educação.

Mídias Educativas - venceu o desafio da 2ª Chamada do MPLabs, do ciclo de inovação aberta do MPlabs do MPPE, no ano passado, para construir soluções e inovação nas áreas de educação e de infância.


Fonte para a imprensa: Coordenador do Caop Educação/MPPE - promotor de Justiça Sérgio Souto.

«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga

About the Author tvfolhadelimoeiro

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

Nenhum comentário

Leave a Reply

NOTICIAS DA REGIÃO

NOTICIAS PELO BRASIL

NOTICIAS PELO MUNDO

Cat-5

Cat-6