Cat-1

Cat-2

Cat-3

Cat-4

» » Taquaritinga do Norte realiza Dia D de vacinação contra o sarampo

O município de Taquaritinga do Norte, no Agreste do Estado, realizou, ao longo deste sábado (07.09), o seu Dia D de vacinação contra o sarampo. Ao todo, sete unidades de Saúde da Família (USFs) abriram as portas para receber a população da cidade e realizar a imunização contra a doença. Para possibilitar a iniciativa, o Governo de Pernambuco disponibilizou mais de 28,5 mil doses extras da vacina tríplice viral, que protege contra o sarampo. Foram imunizadas, neste dia de mobilização, 2.053 pessoas. 


Desde que foram notificados os primeiros casos da doença em moradores da cidade, a Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE) vem, em parceria com a Prefeitura, realizando as ações de investigação e bloqueio vacinal desses casos e de seus contactantes, além da vacinação da população. Também foram iniciadas outras ações intensas de vigilância, como varredura casa a casa e a vacinação em creches. “Nós disponibilizamos a vacina tríplice viral e as seringas para que o município pudesse fazer essa grande ação de mobilização da sua comunidade. A Secretaria Estadual de Saúde tem sido parceira da Prefeitura de Taquaritinga do Norte nas suas atividades e está à disposição da gestão municipal para ajudar no que for necessário para evitar novos casos de sarampo na localidade. Estamos vigilantes e realizando todas as medidas sanitárias necessárias para proteger a nossa população”, reforça o secretário estadual de Saúde, André Longo.

Maria Cláudia Pereira, 31 anos, esteve na Unidade de Saúde da Família (USF) Ana Luíza, no Centro do município, para se imunizar contra o sarampo. A taquaritinguense foi acompanhada do seu filho, o pequeno Gabriel, de 2 anos, que tomou a segunda dose obrigatória da vacina há cerca de duas semanas. “Eu não deixo atrasar nenhuma vacina dos meus filhos. Prefiro vir sempre ao posto para atualizar a caderneta, do que correr o risco de atrasar as vacinas”, conta Cláudia, que ficou sabendo do Dia D no município pelo rádio. “Assim que soubemos pela rádio que ia ter essa mobilização, já me preparei para vir. Com a vacina, nós ficamos mais protegidos”, defende.

A costureira Naiara Nunes, de 26 anos, também aproveitou a iniciativa para atualizar sua caderneta de vacinação. “Eu acho que uma mobilização como esta é muito importante para a população, porque só assim a gente se previne de verdade contra o sarampo”, reforçou a jovem, que foi orientada a voltar ao posto em 30 dias para receber a segunda dose do imunizante.

Para realizar o Dia D neste sábado, feriado da Independência, a Prefeitura Municipal de Taquaritinga do Norte mobilizou toda a equipe das unidades básicas de saúde, além dos agentes comunitários de saúde, envolvendo cerca de 50 profissionais. “Nossos esforços iniciaram antes mesmo do Dia D, com nossas estratégias de vigilância, como o bloqueio vacinal dos casos suspeitos, a varredura casa a casa, além de somar forças para agilizar a coleta dos exames com o intuito de fechar o mais rápido possível os diagnósticos. Com as doses extras enviadas pelo Governo, nós estamos preparados para vacinar mais de 10 mil munícipes, já pensando no público prioritário que necessitará tomar a segunda dose da vacina”, pontua a secretária de Saúde de Taquaritinga do Norte, Poliana Andrade. No início da próxima semana, o município continuará com as ações. “Cada unidade de saúde ficará responsável pela varredura casa a casa na sua área de abrangência. Até o início da tarde, os postos funcionarão normalmente. Depois a equipe de enfermagem e os ACSs irão de porta em porta avaliando as cadernetas de vacinação, imunizando, assim, aqueles que estão desprotegidos”, explica a gestora.

A técnica em enfermagem Elianeide de Lima foi uma das profissionais envolvidas na mobilização de hoje. Funcionária da USF Ana Luiza há 2 anos, Elianeide apoia os esforços para conter o avanço da doença na cidade. “O número de casos no nosso município foi relevante para que a população se conscientizasse da importância da vacinação, tendo em vista que sempre estivemos abastecidos do imunizante contra o sarampo. Só agora, com o aumento das notificações, que as pessoas estão vindo, de fato, se vacinar, já que essa é a única forma de prevenção”, afirma a profissional.

O trabalho foi acompanhado de perto por equipe da IV Gerência Regional de Saúde (Geres), unidade administrativa do Estado à qual Taquaritinga do Norte está vinculada. “Estamos no município para dar o apoio técnico necessário, realizando a logística dos imunobiológicos e os insumos essenciais para o aporte laboratorial no que diz respeito ao diagnóstico do sarampo. Também estamos em contato com todos os municípios da IV Geres para redefinir nossas estratégias de vigilância, considerando a nossa atual realidade”, reforça a coordenadora de Vigilância em Saúde da IV Geres, Conceição Maciel.

As ações no município têm sido ainda mais intensificadas após a confirmação de 5 casos de sarampo na cidade do Agreste. Desses casos, foi confirmado o óbito de uma criança de 7 meses pela doença no município. Até o último dia 30.08, foram notificados 395 casos suspeitos de sarampo em Pernambuco. Desse total, 86 já foram descartados e 296 estão em investigação. Dos 13 confirmados, 3 são moradores do Recife, 3 de Caruaru, 1 de Frei Miguelinho, 1 de Santa Cruz do Capibaribe, além dos 5 de Taquaritinga do Norte.

A Secretaria Estadual de Saúde reforça que o Estado está abastecido da vacina tríplice viral, que, além do sarampo, protege contra rubéola e caxumba e é uma das maneiras mais eficazes de evitar o adoecimento. Desde janeiro, já foram distribuídas mais de 574 mil doses do imunizante para os municípios.

A SES informa, ainda, que, desde a segunda quinzena de agosto, ficou instituída, em todo o país, a vacinação de crianças entre 6 meses e 11 meses. Todos os meninos e meninas dessa faixa etária, que totalizam 68 mil em Pernambuco, devem tomar uma dose da tríplice viral. Importante lembrar que essa será considerada a “dose zero”, sendo necessário seguir com o esquema básico de vacinação normalmente a partir dos 12 meses, com mais uma dose e um reforço aos 15 meses. A vacina tríplice viral protege contra sarampo, rubéola e caxumba e está disponível de rotina nas salas de vacina dos municípios. A Secretaria Estadual de Saúde ressalta a importância de finalizar o esquema vacinal para evitar casos da doença.   

PERFIL DOS CASOS CONFIRMADOS

RECIFE (3)
2 casos (sexo feminino de 16 e 19 anos) relacionados a uma excursão a Porto Seguro
1 caso (sexo masculino de 26 anos) com histórico de viagem a São Paulo

CARUARU (3)
2 casos (sexo masculino e feminino, ambos de 17 anos) relacionados a uma excursão a Porto Seguro
1 caso (sexo masculino de 22 anos), em análise

TAQUARITINGA DO NORTE (5)
5 casos (sexo masculino, de 7 meses, de 10 meses, 18 anos e 31 anos; e sexo feminino de 10 meses) relacionados a um evento de massa no município

FREI MIGUELINHO (1)
1 caso (sexo masculino de 21 anos) relacionado a um evento de massa no município de Taquaritinga do Norte

SANTA CRUZ DO CAPIBARIBE (1)
1 caso (sexo masculino de 17 anos) relacionado a um evento de massa no município de Taquaritinga do Norte

CASOS EM ANOS ANTERIORES – Em 2018, das 213 notificações, 209 foram descartadas e 4 confirmadas, todas relacionadas a um paciente com histórico de viagem para Manaus, área com circulação do vírus na época. Em 2017 foram 45 notificações e em 2016, 39, todas descartadas.

Importante destacar que Pernambuco não registra casos autóctones (transmissão sustentada por um período acima de 1 ano) do sarampo desde 2000 - em 1999 foram registradas as últimas 240 ocorrências. Em 2012 houve 1 caso importado e entre 2013 e 2014 um surto com 226, que foi controlado com as ações de vigilância epidemiológica e imunização do Estado e municípios envolvidos.

CASO SUSPEITO PARA SARAMPO: Todo paciente que apresentar febre e exantema maculopapular morbiliforme de direção cefalocaudal (manchas avermelhadas que começam na cabeça e vão descendo para o restante do corpo), acompanhados de um ou mais dos seguintes sinais e sintomas: tosse e/ou coriza e/ou conjuntivite, independentemente da idade e situação vacinal; ou todo indivíduo suspeito com história de viagem para locais com circulação do vírus do sarampo, nos últimos 30 dias, ou de contato, no mesmo período, com alguém que viajou para local com circulação viral no Brasil ou no mundo. A notificação de caso suspeito de sarampo é obrigatória. Apresentando essa sintomatologia, é importante ir ao posto de saúde mais próximo para receber a devida assistência.
Secretaria Estadual de Saúde - PE
«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga

About the Author tvfolhadelimoeiro

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

Nenhum comentário

Leave a Reply

NOTICIAS DA REGIÃO

NOTICIAS PELO BRASIL

NOTICIAS PELO MUNDO

Cat-5

Cat-6