Cat-1

Cat-2

Cat-3

Cat-4

» » Feplana espera a padronização da estocagem do etanol importado



Pleito foi reivindicado ontem pelo setor sucroenergético na reunião com o  ministro de MNE, Fernando Filho. A regulamentação do Renovabio e a continuidade da taxação do etanol importado também foram tratados

A partir desta quarta-feira (21), a Agência Nacional do Petróleo (ANP), órgão ligado ao Ministério de Minas e Energia (MME), pode publicar uma resolução onde define a obrigatoriedade para que os importadores de combustível também estoquem de 8% a 25% do etanol anidro, como já acontece com o combustível nacional. Este é o pleito e a expectativa da Federação dos Plantadores de Cana do Brasil (Feplana) diante da informação que recebeu de fontes ligadas ao MME. A entidade conduziu ontem a reunião das entidades do segmento sucroenergético do Brasil com o ministro da pasta, Fernando Filho, em seu gabinete em Brasília.

O ministro ouviu cobranças do setor sucroenergético para que haja a padronização urgente desta questão, a fim de evitar o prejudicado sobre as usinas de etanol brasileiro, como foi exposto pelo presidente (André Rocha) e o vice-presidente (Renato Cunha) do Fórum Sucroenergético Nacional, entidade que representam todas usinas no território brasileiro.  

Na ocasião, os segmentos dos produtores de cana e industriais do setor, representados pela Feplana, União Nordestina de Plantadores de Cana,Organização dos Plantadores do Centro-Sul, Fórum Sucroenergético Nacional, União da Indústrias de Cana de Açúcar e outros, realizaram mais dois pleitos em defesa de toda cadeia produtiva do etanol do país. O Programa Nacional de Biocombustíveis, já posto em lei, mas que falta a sua regulamentação; e a manutenção da taxação do etanol importado.

"O ministro nos revelou que o processo de regulamentação deve iniciar rápido, através da publicação de um decreto onde defina os ministérios e órgãos responsáveis por este processo", fala Alexandre Andrade Lima, presidente da Feplana. A entidade e todas outras presentes na reunião defenderam que este processo da regulamentação do Renovabio seja coordenado pela MME. As entidades lembram que foi a pasta, sobre a então liderança de Fernando Filho, que criou este Programa e o lançou ainda no ano de 2016, a fim de expandir a produção de biocombustíveis do Brasil, baseada na previsibilidade, na sustentabilidade ambiental, econômica e social, e ainda compatível com o crescimento do mercado. 

Neste viés de garantir sustentabilidade da produção nacional, medidas como a continuidade da taxação do etanol importado foram defendidas pelo setor sucroenergético ao ministro da MME, a fim de evitar que o  Renovabio não favoreça a produção nacional e sim o que entra no país. O assunto inclusive será debatido hoje pelo setor durante encontro promovido pela Secretaria de Relações Internacionais em conjunto com a Secretaria de Política Agrícola, ambas do Ministério de Agricultura. Apesar de poucos meses do restabelecimento da taxação, o Mapa tem insistido que é preciso analisar os resultados da questão", critica Lima.

Prêmio e Posse  

No dia 20 de março, a Feplana, que representa 60 mil fornecedores em todo o Brasil, promove seu evento anual da Honra ao Mérito Canavieiro, durante Assembleia Geral da entidade. A atividade sempre homenageia uma liderança política ou do segmento por serviços prestados ao setor.No ano passado, o ganhador do prêmio foi o deputado Arnaldo Jardim. 

"O ministro Fernando será nosso agraciado de 2018 por sua dedicação em construir uma plataforma para a consolidação dos biocombustíveis", diz Lima. O dirigente reforçou o convite ao ministro ontem à noite, durante a posse da deputada federal Teresa Cristina como presidente da Frente Parlamentar da Agricultura. O evento contou com o ministro do MME, que ratificou sua presença no evento da Feplana no dia 20/03.

Além do líder da MME, outros vários ministros, como Mendonça Filho, da Educação, também prestigiaram a posse da nova presidente da FPA. O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, também participou, entre outras autoridades, a exemplo do ex-ministro das Cidades, Bruno Araújo
«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga

About the Author tvfolhadelimoeiro

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

NOTICIAS DA REGIÃO

NOTICIAS PELO BRASIL

NOTICIAS PELO MUNDO

Cat-5

Cat-6

ESPORTE E CULTURA